‚ÄúEu vim para que tenham vida e a tenham em abund√Ęncia‚ÄĚ. (Jo√£o 10.10).

O Ap√≥stolo Jo√£o ouviu essas palavras dos pr√≥prios l√°bios do Senhor Jesus. A vida que o texto se refere n√£o est√° circunscrita aos aspectos f√≠sicos e terrenos que nos limitam com a enfermidade, o desemprego, a trag√©dia e a viol√™ncia, mas a vida que, repousando no poder espiritual que o filho de Deus nos transmitiu, nos permite superar tais obst√°culos, com otimismo e seguran√ßa, sabendo que o mesmo Cristo veio para um √ļnico prop√≥sito: …‚ÄĚ para que tenham vida, e a tenham em abund√Ęncia‚ÄĚ (Jo10.10).

A vida de Deus em n√≥s nos vocaciona para uma viva esperan√ßa, pois aceitamos o amor de Cristo atrav√©s do seu sacrif√≠cio na cruz. O fluir desta vida em nossos cora√ß√Ķes √© que nos habilita a ‚Äúviver de forma digna da voca√ß√£o em que fomos chamados‚ÄĚ (Ef 4.1).

Segundo a riqueza da glória do Senhor somos fortalecidos com o poder de sua vida abundante para andarmos em novidade de vida; para vencermos o mundo, o pecado e os ataques do inimigo.

Atrav√©s da intercess√£o com ora√ß√£o e s√ļplicas, podemos sentir em nossos cora√ß√Ķes, as b√™n√ß√£os incont√°veis da verdadeira vida que podemos desfrutar pelo o amparo que recebemos do Senhor, e pela certeza da vida eterna que expressamos.

A vida de Deus em n√≥s √© abundante, rica e completa. Ela nos desperta para viver de forma piedosa e em sincera adora√ß√£o. Da√≠ a palavra t√£o taxativa do Ap√≥stolo: ‚ÄúQuem tem o filho tem a vida‚ÄĚ (1 Jo 5.12). A vida abundante em Cristo √©, portanto, vivida em um plano superior por causa do incomensur√°vel amor de Deus. Que os verdadeiros adoradores do Pai o exaltem em Esp√≠rito e em verdade, pois desfrutam de uma vida diferenciada pela f√© e a paz que o Filho de Deus lhes d√°.

Amadas irm√£s! Desfrutemos pois, do maior de todos os dons que Deus nos concedeu: A Vida Eterna!

Janilda Brand√£o