Texto Base: Hebreus 4:12

A palavra de Deus nos diz o seguinte: “Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração. ”

O restante do versículo que acabamos de ler nos diz que ela penetra até a juntas e medulas, ou seja, as partes físicas, mas antes disso chega até o limite divisório de dois componentes espirituais de difícil separação da natureza deles por exemplo:

  1. Alma – sede das paixões e sentimentos humanos.
  2. Espírito – sede de um vínculo que nos liga ao criador e o espírito que nos estimula a vida.

O autor de Hebreus usa esses dois adjetivos quando compara a palavra do Senhor à uma arma poderosa, isso tinha um significado muito especial naquela época. O texto diz que a palavra de Deus é viva, viva no sentido de ser atuante e dinâmica estando sempre em condições de demonstrar o seu valor diante do ataque dos inimigos, mas não somente viva ela também é eficaz por que cumpre seus objetivos diante das necessidades de seu campo de atuação, dessa forma não dá espaço algum para o adversário.

Como crentes em Cristo precisamos ouvir e usar mais essa palavra, quando estamos desfalecidos ou cansados, fortalecidos ou desanimados, quando estamos em lutas e adversidades, enfim, devemos ouvir a palavra de Deus através de nossa dependência do Senhor quando fala ao nosso coração.

Temos usado essa palavra? Ela tem falado diretamente em nossos momentos de oração?

“Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração. ”

Que Deus nos abençoe.

Amém

 

Em Cristo Jesus e porque Ele vive!
Pr. Antônio José Azevedo Pereira