Texto Base: Provérbios 8:22

A palavra de Deus nos diz o seguinte: “O Senhor me possuiu no princípio de seus caminhos, desde então, e antes de suas obras. ”

Um dos principais atributos de Deus é o poder de sua sabedoria, por isso ele é único, eterno e envolto em um grande mistério. O saber divino transcende qualquer limitação humana e está muito acima de nossa capacidade de entendimento e compreensão, daí a reflexão tão bela do escritor de provérbios. Ele coloca até como um poder externo ao próprio Deus quando em sua linguagem poética nos diz que o Senhor criou como a primeira de suas obras, ou seja, a sabedoria divina. O escritor sagrado apresenta de uma forma literária e realmente maravilhosa.

Logicamente entendemos que a sabedoria é imanente mesmo no próprio Deus é atributo e poder de sua divindade. O destaque feito por Salomão nesse texto é no sentido de distingui-la como fundamental para a criação de todas as demais obras, daí a sua importância e singularidade, pois ela teria sido a primeira constituir-se, ou seja, a sabedoria pela qual falamos. Todas as demais coisas vieram dela, ou seja, ela teria participação efetiva em tudo mais que viria a ser criado pelo poder de Deus.

Diante da grandiosidade do poder onisciente de Deus nós devemos meditar sobre a nossa pequenez e limitação. Em algumas situações tentamos sem êxito enganar o nosso Deus através de nossas desculpas, falsas intenções, pensamentos forjados e tudo mais. Antes que nos manifestemos de forma positiva ou negativa ele já conhece o que vai dentro do nosso coração e na sua infinita bondade espera que vivamos de acordo com a sua vontade e seu querer.

O Senhor nos faz reconhecer sobre sua sabedoria para que antes daquilo que julguemos como melhor pensemos sobre o melhor dele para nossa vida.

Que Deus nos abençoe.

Amém

 

Em Cristo Jesus e porque Ele vive!
Pr. Antônio José Azevedo Pereira