Texto Base: I PEDRO 5:7

O texto sagrado diz o seguinte: “Lancem sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês. ”

Lançar sobre o nosso Deus toda a vossa ansiedade nos traz à memória uma realidade presente no nosso cotidiano moderno. O espírito de sujeição e humildade no ser humano não é aceito facilmente, lançar sobre o Senhor sua ansiedade e depender do seu cuidado.

Um exemplo disso é a própria natureza humana que faz algumas pessoas reagirem contra essa postura de sujeição e humilhação.

A psicologia moderna advoga em favor de uma posição mais autêntica do ser humano que deve ser independente, individualista e não deve se deixar dominar pela imposição dos que sejam superiores no trabalho, na escola, na vizinhança ou até mesmo no lar. Para essas pessoas o ser humano só tem valor quando diante desses relacionamentos de hierarquia como por exemplo: chefe e subordinado, professor e aluno, pai e filho, pastor e ovelha, assumem uma posição de independência e de nenhuma sujeição decidindo livremente sobre o que fazer e como proceder.

É incrível que essas coisas acontecem até mesmo no cotidiano da igreja, mas a palavra de Deus nos traz um conselho maravilhoso para a vida e nos mostra em todo o seu contexto um aconselhamento especialmente diferente “Lancem sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês. ” Que sejamos autênticos, mas que tenhamos respeito e consideração com aqueles que tenham alcançado posição de destaque e autoridade sobre nós.

Esse foi o conselho de João Batista diante do surgimento de Cristo dizia “importa que ele cresça e eu diminua”. Diante de uma posição como essa de honrosa submissão não teremos problemas de consciência ou ansiedade, mas se porventura algum problema dessa natureza surgir a recomendação bíblica para nós é “Lancem sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês. ”

Se você se encontra ansioso ou aflito atente para essa palavra e siga a recomendação bíblica de lançar todos as suas ansiedades.

Que Deus nos abençoe.

Amém

 

Em Cristo Jesus e porque Ele vive!
Pr. Antônio José Azevedo Pereira