Texto Base: Juízes 11:10

A palavra de Deus nos diz o seguinte: “E disseram os anciãos de Gileade a Jefté: O Senhor será testemunha entre nós, e assim o faremos conforme a tua palavra. ”

Alguns desses personagens que aparecem como líderes do povo de Israel neste período nebuloso dos juízes foram puramente incidentais, isto é, eles chegaram acidentalmente a uma posição de liderança por motivos e razões que realmente desconhecemos, mas que estavam nos planos de Deus por desígnios que só o Senhor conhecia.

Jefté foi um homem expulso dentro do Povo de Deus, Abimeleque era chefe de homens levianos e vai se tornar um instrumento do Senhor para participar de alguma forma da caminhada do Povo de Deus naquela época tão conturbada e difícil.

A influência de uma liderança forte e segura é tão grande que o povo de Israel mesmo conhecendo que Jefté não era muito indicado para o cargo vai buscá-lo para ser juiz, porque notam nele características básicas para o exercício da liderança, qualidades essas que deveriam estava faltando no meio dos homens do Povo de Israel naquela época. Jefté desafia o povo para firmarem um pacto tendo em vista considerar-se excluído por eles. Jefté disse que lutaria por eles e os conduziria na batalha, mas o povo teria que o aceitar como chefe.

O povo concorda com desafio e firma o compromisso de obediência com ele como registra o versículo base da nossa reflexão “E disseram os anciãos de Gileade a Jefté: O Senhor será testemunha entre nós, e assim o faremos conforme a tua palavra. ”

Os planos de Deus se cumpriram independente das pessoas envolvidas. Mais tarde o Senhor vai usar um rei de uma terra pagã que foi instrumento de libertação para o seu povo. Como crentes em Cristo somos desafiados para sermos sábios e dóceis quando o Senhor nos impor sua vontade.

Que possamos ter essa percepção de que muitas vezes a vontade do Senhor não será compreendida. Deus não espera que eu e você compreendamos os motivos secretos e profundos pelos quais ele age, Ele espera que cada um de nós possamos confiar na sua bondade integralmente.

Que Deus nos abençoe.

Amém

 

Em Cristo Jesus e porque Ele vive!
Pr. Antônio José Azevedo Pereira