Texto Base: 1 Tessalonicenses 5.1

A palavra de Deus nos diz o seguinte: “irmãos, acerca dos tempos e das estações, não necessitais de que se vos escreva.”

Paulo vai transmitir aos crentes daquela época de Tessalônica alguns conceitos importantes sobre o final dos tempos e a ressurreição reservada aos que seguirem o mestre.

O interessante é que o apóstolo considera até desnecessário abordar o problema do tempo da volta de Cristo em face de ser que já é do conhecimento de todos. Parece que ele tem consciência de que aquele povo já leu que mesmo Cristo referindo-se a esse tempo declarou que nem ele sabia a época certa, mas somente o Pai.

Acerca de só o Pai ser conhecedor do dia da volta é uma indicação de que nós como crentes devemos viver em função desta próxima vinda de Cristo. O apostolo Paulo já no versículo dois de primeira tessalonicenses vai alertando para o fato de que este evento nos surpreendera, ou seja, vai acontecer quando menos esperarmos por ele.

“Porque vós mesmos sabeis muito bem que o dia do Senhor virá como o ladrão de noite.”

É o que diz 1 tessalonicenses capitulo 5, versículo 2. O que Paulo desejava com essa advertência era fazer com que os tessalonicenses e por extensão nós mesmos vivêssemos nossos dias em consonância com a possibilidade iminente da volta de Cristo. Essa consciência nos fará viver cada dia como se fosse o último na terra e isso nos levará à uma vida de maior pureza, santificação e serviço cristão tendo como propósito agradar o Senhor e ser encontrado naquele dia como servo bom e fiel.

Como estamos aguardando a volta de Cristo?

Que o Senhor nos ajude e que a nossa oração a cada dia seja, faz-me senhor zelar pelo meu viver e concluir essa caminhada até chegar a ti.

 

Em Cristo Jesus e porque Ele vive!
Pr. Antonio José Azevedo Pereira