Texto Base: Lucas 6:31

A palavra de Deus nos diz o seguinte: “E como vĂłs quereis que os homens vos façam, da mesma maneira lhes fazei vĂłs, tambĂ©m. ”

Aqui estĂĄ uma regra ĂĄurea um mandamento do Senhor.

Neste capĂ­tulo de Lucas que utilizamos como base para a nossa reflexĂŁo, vamos encontrar uma sĂ­ntese do sermĂŁo da montanha proferido por Jesus no inĂ­cio do seu ministĂ©rio em Cafarnaum, que contĂ©m mais detalhes nos CapĂ­tulos 5 atĂ© o de nĂșmero 7 de Mateus.

No Sermão da Montanha nós temos como que uma apresentação da doutrina do Senhor e de sua mensagem para o mundo.

Sua palavra nesse sermão é toda plena de conselhos e recomendaçÔes divinas. Acredito que essas recomendaçÔes visam atingir o nível de relacionamento das pessoas, pois para que através das orientaçÔes dadas por Cristo os homens possam viver em paz e harmonia.

Todo relacionamento humano deveria seguir essa passagem “E como vĂłs quereis que os homens vos façam, da mesma maneira lhes fazei vĂłs, tambĂ©m.” É a velha lei de causa e efeito a regra da recĂ­proca Ă© verdadeira. Quando queremos ser bem tratados tambĂ©m devemos tratar bem as pessoas e a retribuição serĂĄ natural.

Atualmente visualizamos o ditado que foi gerado acerca disso e vez ou outra percebemos ele em para-choque de caminhĂŁo “gentileza gera gentileza”, Ă© mais ou menos o que nos diz o texto bĂ­blico escrito pelo Evangelista Lucas.

Cristo estava ensinando isso, mas sabia que com ele a coisa não seria bem assim. Se existiu alguém que deu amor, atenção, alimentou e proporcionou curas esse alguém foi Cristo, no entanto ele recebe em troca uma coroa de espinhos, chicotadas, uma cruz, o sofrimento da crucificação e a morte.

Mesmo diante de tudo isso o Senhor ensina sobre essa regra maravilhosa, porque tem como base o seu amor.

“E como vĂłs quereis que os homens vos façam, da mesma maneira lhes fazei vĂłs, tambĂ©m. ”

SerĂĄ que estamos seguindo a regra ĂĄurea apontada por Cristo? O que as pessoas dizem sobre nossa conduta cristĂŁ?

Que o Senhor nos ajude a olharmos o exemplo de Jesus e procurarmos levar aos homens um pouco de amor, pois o Senhor nos amou primeiro.

Imagine como o mundo seria diferente se as relaçÔes interpessoais da sociedade em que vivemos fizessem aos outros apenas o que gostaríamos que nos fizessem também.

Que Deus nos abençoe.

Amém

 

Em Cristo Jesus e porque Ele vive!
Pr. AntÎnio José Azevedo Pereira