Texto Base: Hebreus 5.9

A palavra de Deus nos diz o seguinte: “E, sendo ele consumado, veio a ser a causa da eterna salvação para todos os que lhe obedecem.”

Será que é possível Cristo aperfeiçoar-se?

É isso que o texto está nos dizendo, tendo em vista que estamos diante de um personagem perfeito em sua vida terrena e até mesmo na sua forma humana.

Isso nos faz pensar na seguinte pergunta: como poderia Cristo aperfeiçoar-se?

Esse processo de aperfeiçoamento está em ligação com o versículo que antecede o que nós lemos. O aperfeiçoamento é algo maravilhoso onde o autor da carta aos hebreus nos fala, que o filho aprendeu a obediência por meio daquele que sofreu, ou seja, Cristo por sua perseverança e obediência nos deu exemplo supremo de aperfeiçoamento para nossa vida cristã.

O escritor nos aponta para a dedicação de Cristo a volta do pai.

A obediência de Jesus nos ensina que através de lutas e embates que nós enfrentamos, apesar de ser em proporções bem menores, também podemos alcançar o aperfeiçoamento em nossa vida. O texto deixa de ser uma exaltação ao aperfeiçoamento alcançado por Cristo para nos dar a eterna salvação, e passa a ser um estímulo e ensino para termos uma vida em obediência.

Se assim prosseguirmos conseguiremos ser melhores pais de família, melhores cônjuges, melhores irmãos e amigos.

Em nossa vida de seguidores de Cristo, as vezes nos acomodamos a certas situações e deixamos de agir como deveríamos. Por sermos crentes não deveríamos adotar certos padrões que desmerecem o nosso caráter cristão, mas embora sabedores dessas falhas não lutamos contra elas.

O Senhor espera que nós rejeitemos todas essas coisas que não condizem com sua palavra. Que Cristo nos dê graça para compreendermos que a luta no nosso caminho nada mais é do que um degrau que estamos subindo rumo ao aperfeiçoamento.

Que Cristo nos abençoe.

Amém

 

Em Cristo Jesus e porque Ele vive!
Pr. Antonio José Azevedo Pereira