Texto Base: Êxodo 27.20

Nos diz o texto bíblico: “Tu pois ordenarás aos filhos de Israel que te tragam azeite puro de oliveiras, batido, para o candeeiro, para fazer arder as lâmpadas continuamente.”

Um belíssimo significado existe nessa ordem que o Senhor Deus está dando ao povo de israel. O candeeiro do tabernáculo nunca se apagaria, a luz teria de brilhar para sempre, pois, na casa do senhor jamais haveria trevas e a luz deveria permanecer sempre acesa. O povo já estava acostumado com a escuridão no deserto, escuridão essa que sempre estava lá, nenhum resquício de luz a não ser dos astros do céu durante a noite. A partir da construção do tabernáculo no deserto do Sinai, sempre houve a luz que emanava do candeeiro, a luz do azeite puro oferecido pelo povo, a luz do Senhor.

Em nossa vida sempre existem desertos a serem ultrapassados. Desertos tenebrosos pela seca do viver e pela escuridão que muitas vezes cerca o nosso caminhar. Escuridão esta que muitas vezes nos apavora. Nos sentimos muitas vezes sedentos e não sabemos muitas vezes que passos seguir ou como agir.

No entanto, se estivermos abastecidos com o azeite que vem do Senhor, símbolo de Sua palavra, a meditação da mesma, a oração, esta luz acenderá em nossa vida e nunca estaremos perdidos. Caminharemos em meio as trevas, podemos passar por momentos escuros, difíceis e de provações, mas a luz do Senhor estará iluminando nossos passos e nos fazendo enxergar em meio as trevas do terror, da violência da insegurança e desalento uma aurora de esperança surgindo no horizonte sempre.

Portanto, rogamos para que nunca falte na vida de cada um dos filhos de Deus, esse azeite precioso. A luz do Senhor. A luz que nos mostra o caminho a seguir, para que assim possamos desviar de todo o mal e prosseguirmos servindo ao Senhor e fazendo Sua vontade. Lâmpada para os meus pés e luz para o meu caminho é a tua palavra,

Que a luz do Senhor possa iluminar você e sua família.

Em Cristo Jesus e porque Ele vive!
Pr. Antonio José Azevedo Pereira