Texto Base: Atos 1:1,2

A palavra de Deus nos diz o seguinte: “Fiz o primeiro tratado, ó Teófilo, acerca de tudo que Jesus começou, não só a fazer, mas a ensinar, Até ao dia em que foi recebido em cima, depois de ter dado mandamentos, pelo Espírito Santo, aos apóstolos que escolhera. ”

Escritor de vários textos sagrados Lucas nos deixa através do seu evangelho grandes lições. Podemos observar que ele era discreto em seu estilo, pois nada disse sobre si em nenhum dos dois livros com que participou pela vontade de Deus. No livro de Atos em dois ou três Versículos de uma forma muito modesta se Lucas se inclui na história.

Nos evangelhos o escritor se define como alguém especialmente atraído pela vida de Cristo mesmo não conhecendo o Mestre pessoalmente. Imagino que Lucas que tinha por profissão a medicina, entrevistava as pessoas que haviam sido curadas por Cristo para contar-nos depois com fidedignidade toda a história. Vejo por exemplo a conversa do escritor com os discípulos remanescentes do colégio apostólico e tirando daqueles discípulos a história sem igual que ele narra no evangelho.

Lucas não escreveu para ser apenas o registro histórico, mas fez tudo isso para testemunhar de Cristo. Ele tinha interesse pela salvação de almas e por isso o seu livro que poderia ser algo pessoal e particular apenas pela inspiração que recebeu do Espírito Santo de Deus, transformou-se em uma obra inigualável em termos de narrativa e por que não dizer de profundidade.

Será que temos o desejo de Lucas tinha de levar à outros a mensagem Salvadora de Cristo?

Que aquilo que nós falamos, dizemos e proclamamos possa ser uma história a ser contada sobre os atos poderosos de Jesus.

Que Deus nos abençoe.

Amém

 

Em Cristo Jesus e porque Ele vive!
Pr. Antônio José Azevedo Pereira