Texto Base: Tiago 3:10

A palavra de Deus nos diz o seguinte: “De uma mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto se faça assim.”

Esse texto nos fala sobre a identidade cristã e realmente Tiago foi feliz em trazer-nos esta palavra, visto que ele estava falando para todos os crentes em todos os tempos e para todos aqueles que vivem o embate do dia-a-dia acertando, errando, crescendo, caindo e produzindo coisas boas para a glória de Deus e infelizmente também pecando.

O apostolo nos chama para vivemos uma vida de santidade e também uma perfeita identidade Cristã. Ele está dando continuidade aquilo que o Senhor exigiu de Moisés no êxodo falando do Monte Gerizim de onde seriam lançadas as bênçãos, e do Monte Ebal de onde seriam lançadas às maldições como está em Deuteronômio 11, ou seja, existe uma necessidade entre a separação do que é bom e também daquilo que é mau para o povo que se chama pelo nome do Senhor.

Passamos à ser chamados de cristãos é bem verdade, isto é, a necessidade de uma perfeita identidade como o povo dele permanece para nós, mas não mais sobre a influência histórica e figurada dos Monte Gerizim e Ebal, mas agora sobre a impressão pessoal e espiritual do Espírito Santo que em nós habita e que deve nos levar à uma vida diferenciada onde as práticas comuns ao homem mundano não sejam compartilhadas por nós.

O apostolo nos exorta à uma vida de equilíbrio e que reflita sempre a presença de Cristo em nossa caminhada. Que nossa maneira de falar seja expressão de uma vida identificada com Cristo e não uma caminhada de altos e baixos onde hoje refletirmos a beleza do Senhor Jesus em nós e amanhã a feiura do pecado e suas manifestações mais diversas.

Será que nossa identidade cristã está evidenciando isso para o mundo?

Que possamos viver sobre a influência do Espirito Santo de tal sorte que sejamos reflexo da sua presença.

Que Deus nos abençoe.

Amém

 

Em Cristo Jesus e porque Ele vive!
Pr. Antônio José Azevedo Pereira