Texto Base: Mateus 25.31

O evangelho do Senhor conforme escreveu Mateus nos diz: “E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória. ”

Um texto como esse nos faz entender o quão pequeno somos. Setenta ou oitenta anos é o limite de vida que temos e a Bíblia diz que o que passar disso é enfado e canseira.

Quando o tempo é tão limitado assim, não temos a capacidade de imaginar o que seria uma vida de 100 ou 200 anos, muito menos o que representaria uma eternidade. Se nos dedicarmos um pouco ao estudo da História, teremos conhecimento dos fatos que aconteceram a 100 ou a 1.000 anos atrás, dessa forma somos despertados para as dificuldades que é planejar um período de tempo tão longo como esse.

Estudar a pré-história com suas eras geológicas e seus milhões de anos é algo tão complexo que nos deixa mais confusos ainda diante de tão magnifica obra.

Mesmo com tantos fatos que nos deixam maravilhados, eu quero vos dizer que Deus é infinitamente maior. Ele está acima de todo esse tempo, pois na eternidade dele a limitação dos anos não existe já que ela é infinita.

Por isso o texto da reflexão nos fala da Glória de Deus, glória essa que começa pelo atributo da eternidade que nos foi dada pelo sacrifício de seu filho, salvando-nos desta vida limitada e nos permitindo chegar a vida eterna.

Que Deus nos abençoe de forma que possamos também ser participantes da Glória Eterna do pai.

Amém

 

Em Cristo Jesus e porque Ele vive!
Pr. Antônio José Azevedo Pereira