Texto Base: 1 João 4:8

A palavra de Deus nos diz o seguinte: “Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor. ”

Essa afirmativa contida neste versículo é realmente bastante taxativa “Quem não ama não conhece a Deus”, isto é, como Deus é amor todo aquele que o conhece ama o seu próximo, para ser mais claro poderemos ainda acrescentar aquele que não ama não o conhece.

João nos diz que o conhecimento de Deus na vida do crente traz uma consequência imprescindível ao seu viver, amar o próximo. Essa partícula do amor de Deus é indispensável para discípulo de Cristo, não estamos falando daquele amor pelos seus parentes e amigos, pois os gentios também têm, mas o amor pelo próximo que é desconhecido.

A palavra do apostolo é clara sobre a importância do amor na vida do crente, ele usa uma expressão muito forte no versículo anterior ao que usamos para a nossa reflexão de hoje “Amados, amemo-nos uns aos outros; porque o amor é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus.”

Diante do caos e das turbulências que vivemos nos dias de hoje nos resta uma pergunta,

Será que realmente somos nascidos de Deus?

Se somos nascidos dele temos que amar o nosso próximo e demonstrar esse amor pela preocupação com que levamos a eles mensagem salvadora de Cristo. A maior prova de amor de nossa parte para o próximo é o ardor e interesse com que pregamos o evangelho para eles, esse é um desafio para todos que os cristãos.

Qual o grau de meu amor para com o meu próximo?

Como estamos expressando esse amor em nossa convivência diária, como estamos procedendo com o nosso vizinho, nosso colega de trabalho ou aquele de parente que está sofrendo?

Que o Senhor possa nos fazer amar nosso próximo sem preconceito e nos ajude a pregar o seu evangelho para todas as pessoas.

Que Deus nos abençoe.

Amém

 

Em Cristo Jesus e porque Ele vive!
Pr. Antônio José Azevedo Pereira