Há muitas tarefas que exigem esforço, mas liderar pessoas requer talento e orientação de Deus. Quando o Criador nos fez, nos dotou de imaginação, criatividade, percepção e tantas habilidades, aguardando pelo momento certo em que nós iríamos utilizar.

Além dos atributos pessoais importantes como caráter, responsabilidade e compromisso, o líder também precisa reconhecer os atributos nas pessoas com quem trabalha, pois, exercitar e praticar o dom dado por Deus já é um princípio para auto-realização.

Mas só o talento basta? Não. É um bom começo, mas para um trabalho na Obra do Senhor, é necessário também fazer as escolhas certas em decisões importantes: que trabalho precisa ser feito? Quem irá fazê-lo? Quando e onde realizar?

Jesus Cristo convidou os discípulos e os treinou para algo desafiador e que precisava ser feito de forma excelente, mas também esclareceu que precisaria vencer a tentação de não desistir. “Liderar é algo que se desenvolve diariamente, não é em um dia.”

Fortaleça sua equipe com boas experiências, promova vivências significativas para melhorar os relacionamentos, esforce-se para conquistar e manter a confiança das pessoas e eleve o nível emocional enxergando, reconhecendo e valorizando sua equipe!

Karla Teles – Psicóloga Educacional