NOSSA HISTÓRIA 

Ainda na adolescência, Elias e Ruth reconheceram a necessidade e a importância de levar Cristo às nações. Tempos depois, diante do desafio da janela 10-40, resolveram partir para o primeiro treinamento missionário, no ano de 1998.

Ambos fizeram parte do Projeto Janela 10-40 – Missão Horizontes – por 4 anos. Nesse período, eles lideraram o Projeto, onde 96 pessoas de várias denominações e estados faziam parte do mesmo, desenvolvendo trabalhos no Paraguai, Gales, Reino Unido, Sudão e Oriente Médio.

Em 2001 o casal Elias e Ruth Santos foi aos países que compõe a Janela 10-40 com uma equipe de 16 pessoas, sendo o primeiro período nos pais de Gales para estudar o inglês e dar prosseguimento no Oriente Médio, juntamente com a aprendizagem do árabe. Em 2003 nasceu Jonathan Santos, o primeiro filho do casal missionário.

No período de 2004 a 2007, o casal Elias e Ruth esteve no Brasil, desenvolvendo projetos com a igreja local, oficinas de missões, mobilização, treinamentos e conscientização sobre a obra missionária, na capital e interior do Estado do Ceará. 

No ano de 2008 a 2015, o casal retornou ao campo missionário, no intuito de dar continuidade aos trabalhos entre os refugiados, implantando igrejas, junto à comunidade sudanesa, iniciando com apenas 10 pessoas, além do trabalho com as crianças do pré-escolar.

Nesta época foi estabelecido o projeto Vale de Luz, alcançando hoje 60 crianças da comunidade. Hoje, 65 pessoas se reúnem nas sexta e domingos, sob a liderança de um obreiro nativo.   No mesmo período o casal foi presenteado com o nascimento de Thalyta Santos (2003) e Nathan Santos (2014).

MINISTÉRIO

Atualmente a família Santos encontra-se numa cidade no Oriente Médio onde a maioria da população é Islâmica. Nesta, o casal desenvolve um ministério de Misericórdia, Social, Evangelístico e Pastoral, juntos à Igreja Internacional Americana, liderando 7 projetos, supervisando e criando oportunidades para voluntários, criando meios para viabilizar recursos para as atividades de evangelismo, discipulado, educação, projetos sociais, instituto bíblico, visitas aos vilarejos e visita aos presos.

 

Fonte: DEMID